Natural Lagos

Peixes

A Origem das Carpas Nishikigois

A carpa Nishikigoi, ou simplesmente “koi”, é da mesma espécie da carpa comum (Cyprinus carpio Linneaus 1758), mas devido a algumas mutações e seleções genéticas, foi desenvolvido uma grande variedade de cores e padrões de escamas. As carpas são originárias da Ásia e estão representadas em artes chinesas datadas de 475 a.C., sendo que há uma lenda que o filho do Confúcio ganhou uma carpa preta do rei Shoko de Ro (533 a.C., Avery 2014). Não se sabe precisamente quando a carpa colorida chegou ao Japão, mas quando os chineses invadiram o Japão eles levaram carpas, pois já dominavam as técnicas de cultivo da espécie e a utilizavam para alimentação. Quando acabou o período de invasão, deixaram as carpas lá possivelmente dando origem às carpas koi.

O nome “carpa” foi dado por Aristóteles, que além de filósofo era ictiólogo. Em grego, carpa significa Kyprinos, que é um dos nomes da deusa Afrodite (Balon, 1995). No Japão, as carpas são chamadas de koi, que é homófono da palavra amor/afeição, e as carpas coloridas são chamadas de nishikigoi, que significa carpa-broche (jóias-vivas).

Os personagens do projeto são parte fundamental para o sucesso dessa nossa história juntos, por isso, temos um setor para fornecer todo o apoio a eles.

As carpas selvagens naturalmente apresentavam algumas mutações e ocasionalmente tinham manchas coloridas. Em Niigata, no Japão, os aquicultores decidiram explorar essas mutações através de seleção reprodutiva (Jordan, 2006). Um dos primeiros padrões de cor que foi explorado foi o Magoi, que aconteceu acidentalmente entre carpas selvagens. Entre 1850-1870, fizeram o cruzamento da Tetsu Magoi com Hi Goi (Tetsu= ferro, Hi=vermelho) e surgiu Aka Bekko e Ki Bekko (carpas vermelha e amarela, respectivamente, com manchas arredondadas pretas). As Kohakus (padrão vermelho e branco) modernas foram desenvolvidas em 1889 por Kunizo Hiroi (Jordan, 2006), é a variedade mais popular no Japão e de acordo com os padrões de vermelho e branco são descritas, por exemplo, como Akamuji (todo vermelho), Shiromuji (todo branco), Komoyo (pequenas marcas, até um quarto do peixe), Omoyo (grandes marcas, pelo menos um quarto do peixe), Dangara (padrão que lembra pedras no lago), Odome, etc. A kohaku pertence ao grupo Gosanke (Kohaku, Taisho Sanshoku e Showa Sanshoku), que são variedades populares de nishikigoi.

Três processos importantes para a criação das variedades modernas foram: a importação de carpas alemãs para o Japão, que tinham coloração bronzeada e com poucas ou sem nenhuma escama, sendo chamadas de Doitsu (pronunciação japonesa de “Deutch”); a criação das variedades metálicas por Sawata Aoki (1921), dando origem por exemplo ao Kinbo, Kin Kabuto e Ogon; e a terceira foi a criação do padrão de escamas do tipo diamante, chamadas de Dia Ginrin, datado de 1920 (Jordan, 2006, Figura 1).

Hoje há uma enorme variedade de padrões dentro da espécie, e há formação de novas variedades através da criação de híbridos, como a Ghost koi (hibridos entre ogon e carpa selvagem) e Butterfly koi (híbrido entre koi e carpa asiáticas).
As variedades mais relevantes são:

•Kohaku: Padrão branco e vermelho. A base da cor do corpo é branca, com marcas vermelhas no dorso.

•Taisho Sanshoku (Sanke): Similar à kohaku, mas tem pequenas marcas negras (sumi).

•Showa Sanshoku: é uma carpa de corpo preto, com marcas brancas e vermelhas.
•Tancho: qualquer koi com uma marca vermelha dorsal, única na cabeça.

•Asagi: geralmente com cor azul claro dorsal e vermelho ventral, mas pode ser creme ou amarelo pálido ventral também.

•Goshiki: koi de cor escura, com mancha vermelha extensa (padrão “hi”), pode parecer similar à Asagi.
•Ogon: koi de cor metálica única. Mais comuns são douradas, pratas ou laranjas.

Referências:
Avery, M. The way of the dragon, 2014.
BALON, E. K. Origin and domestication of the wild carp, Cyprinus carpio: from Roman gourmets to the swimming flowers.
Aquaculture, v. 129, p. 3-48, 1995.
Jordan, R. Koi History, Myths and Mysteries, 2006. Disponível em: http://www.mpks.org/articles/RayJordan/KoiHistory2.shtml




É um peixe símbolo para o sucesso. Por desafiar e vencer corredeiras e cascatas, simboliza tudo o que há de bom, inclusive boa sorte, provocando, na maioria das pessoas, a vontade de possuí-lo. É também reconhecido como um peixe corajoso, devido ao comportamento que apresenta quando manuseado, já que permanece calmo, praticamente imóvel, sem demonstrar medo.

O Nishikigoi vive bem em grupos, pois é pacífico, não é territorialista, não apresenta indivíduos dominantes e, portanto uns não agridem aos outros, muito pelo contrário, são dóceis e domesticáveis, aceitam a presença de pessoas e interagem com elas, inclusive habituam-se a se alimentar nas mãos dos proprietários. Tem um nado belo, muitas vezes sincronizado, e é tão perceptível o comportamento de calmaria que essa sensação se transfere com facilidade para as pessoas que observam a interação entre o peixe e seu ambiente. Passamos a mergulhar em um mundo fascinante, equilibrado, e belo.
Devido à sua diferenciação de estampas, os Nishikigoi chegam a ser "batizados" carinhosamente por seus donos, que acompanham seu crescimento e comportamento - é como se fossem, de fato, membros dessa família.

Os Nishikigoi são peixes de vida longa, com expectativa média de 70 anos. Sabendo que a vida deles é, geralmente, mais longa que a nossa, que as diversas cores e estampas promovem um cenário colorido e movimentado, que eles de fato podem e até devem ser identificados e nomeados, interagir conosco, e completar com vida nosso lago e jardim, então nos cabe a configuração de um grupo variado, de uma coleção de estampas e cores que farão um cenário único e exclusivo.

Por esse motivo, colocamos algumas informações que lhes ajudarão a escolher seus exemplares e entender mais desse mundo fascinante que é o universo das Koi.

Veja Também

Antes mesmo de entrar no percurso de 81 ambientes, distribuídos em 19 unidades residenciais completas, o visitante já encontra uma verdadeira mata, com destaque para um lago de característica amazônica, com peixes e plantas nativas do Brasil.

As tatuagens de carpas são muito comuns e tem um imenso significado graças as lendas orientais.